Cejusc Guarulhos registra alta de 81% nos casos de conciliações de conflitos

O Centro Judiciário de Solução de Conflito e Cidadania (Cejusc) de Guarulhos registrou alta de 81% no atendimento de processos de conciliações de conflitos nos primeiros seis meses de 2016 em suas duas unidades no município. Naquele ano, o Cejusc atendeu cerca de 2.200 casos contra quase 4 mil no mesmo período deste ano.

A implantação da primeira unidade do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Guarulhos – (Fig – Unimesp) -, ocorreu em agosto de 2013, enquanto o Posto do Cejusc (Universidade de Guarulhos-UNG) foi inaugurado quatro anos mais tarde. Ambas atendem em média 500 casos por mês.

Nestas unidades é possível agendar sessões de conciliação e mediação nas áreas cíveis (dívidas de banco, cartões de crédito, escolas, condomínios) e de família (pensão alimentícia, guarda e visitas de menores, divórcios, união estável).

O Cejusc é um setor do Poder Judiciário, onde o cidadão pode cadastrar uma reclamação pré-processual, sendo agendada sessão de conciliação ou mediação para tentar resolver casos envolvendo assuntos cíveis e de família e a parte contrária é convidada a comparecer para conversa amigável e possível acordo, sem que tenha que ingressar com uma ação.

“Para o Judiciário, o Cejusc desafoga no quesito de ações litigiosas e divórcios. E para as mães na questão da pensão alimentícia por que não precisa procurar advogado pra entrar com sua própria parte sem a presença de um advogado. Em relação as audiências é bem mais rápido do que o comum”, disse Alessandra Silva, mediadora e escriturária do Cejusc.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto