Nova sede Câmara Municipal deverá ser entregue somente no final de 2020

Antônio Boaventura

[email protected]

Antes prevista para ser entregue no final do ano passado, a nova sede da Câmara Municipal ganhou mais um prazo para sua entrega. De acordo com o vereador Professor Jesus, ainda sem partido, presidente do Legislativo, a reforma do prédio da antiga Fábrica do Tapetes Lourdes, localizada no bairro de Vila Augusta, está prevista para ser concluída no final de 2020.

As obras, que estavam paralisadas por problemas burocráticos envolvendo a Proguaru e o Legislativo, já foram retomadas. A antiga gestão, sob a presidência do vereador Eduardo Sultur (PSB), tinha como previsão uma economia de aproximadamente R$ 5 milhões por ano com a nova estrutura, em função da exclusão do pagamento de aluguel, que consome atualmente cerca de R$ 300 mil por mês.

“As obras estão iniciadas e estamos nos programando para entregar o prédio pronto até o final de 2020”, confirmou Jesus.

Entretanto, o presidente não explicou os motivos pelo qual o prazo para entrega do imóvel foi protelado. O imóvel foi adquirido em 2011 por R$ 14 milhões, durante a primeira gestão de Soltur à frente do Legislativo guarulhense. O custo inicial previsto para readequação da área era de R$ 7 milhões. Com as mudanças por conta dos equívocos nos projetos apresentados, este valor subiu para mais de R$ 10 milhões.

O novo espaço conta com uma área de 8 mil metros quadrados e mais de 12 mil metros quadrados de construção. A mudança da Câmara Municipal do atual imóvel para o prédio da antiga Fábrica de Tapetes Lourdes, na Vila Augusta, estava prevista para ocorrer no mês de dezembro do ano passado.

Assim como em sua primeira passagem pela presidência da Câmara, que aconteceu no biênio 2015 / 2016, Jesus tem como principal propósito de seu mandato a entrega da nova estrutura daquela Casa de Leis, além de entender que é necessário adotar políticas de contenção de gastos e proporcionar maior transparência nos processos daquela Casa de Leis.