Prefeito Guti cobra da SPDM melhorias na zeladoria do Pimentas–Bonsucesso

Antônio Boaventura

[email protected]

A prefeitura cobrou da Associação Paulista para Desenvolvimento da Medicina (SPDM) melhorias no processo de zeladoria das instalações do Hospital Municipal Pimentas–Bonsucesso (HMPB). De acordo com o vereador Eduardo Carneiro (PSB), líder do governo na Câmara Municipal, a entidade reúne condições de cumprir as metas estabelecidas em contrato, mas está deixando a desejar.

“A SPDM deixa muito a desejar no trato com a estrutura do hospital. Nós cobramos de quem pode oferecer alguma coisa e sabemos que eles podem melhorar nessa questão. Isso também causa impacto no atendimento ao paciente”, disse Carneiro.

Assim como confirmado pela SPDM, Carneiro revelou que o tomógrafo, inativo há mais de seis meses, voltará a funcionar naquela unidade. O que estava em conserto terá como destino o Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA). No momento, os exames de tomografia estão sendo agendados pela Central de Regulação Municipal em serviços de referência na região, garantindo a assistência durante o período de manutenção do equipamento do HMPB.

“O que falta antes era cobrança sobre o cumprimento das metas contratuais. Já disse a eles para se acostumarem com a minha cara por lá. Não adianta ter um tomógrafo novo com a estrutura daquele jeito”, explicou.

Apesar dos apontamentos realizados, o governo municipal prorrogou o contrato com a SPDM para a gestão daquela unidade de saúde. O mesmo, que tem valor mensal de quase R$ 7 milhões, se encerra nesta sexta-feira, 1º de fevereiro. Atualmente, a meta contratualizada em urgência e emergência é de 5 mil atendimentos por mês, em clínica médica, pediatria, ginecologia, cirurgia geral, além de retaguarda 24 horas por dia em ortopedia e neurocirurgia.