Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

O Metrô de São Paulo divulgou o Relatório Integrado no qual na previsão orçamentária prevista para esse ano, está a possível ampliação da Linha 2 Verde até Guarulhos, já que a empresa reservou R$ 121.251 milhões. Um detalhe curioso do relatório é de que investimentos nessa linha não apareceram em relatórios anteriores da empresa.

Além da Linha 2 Verde que traria o metrô para Guarulhos, outro projeto que também recebeu um destaque no relatório com a reserva de recursos é a Linha-19 Celeste, que ligaria a região da Praça da Bandeira, em São Paulo, até o Bosque Maia, na região central. Na planilha do metrô está prevista a destinação de R$ 50 milhões para a elaboração de projetos de expansão nessa linha.

Sobre a possibilidade de quando deve começar as obras do novo trecho da Linha Verde, a Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM), apenas destacou que todos os projetos existentes seja do Metrô, Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), estão sendo reavaliados e serão apresentados ao Governo do Estado em um plano de investimentos para a mobilidade urbana para os próximos 45 meses.

“A finalidade é promover uma expansão significativa do transporte de massa para a população do Estado de São Paulo, seja com recursos próprios, seja em parceria com a iniciativa privada. Nesse contexto situa-se a expansão das linhas 2-Verde e 19-Celeste”, informou em nota a secretaria.

Com a possível expansão da Linha Verde, Guarulhos ganharia duas estações, sendo uma na região da Ponte Grande e outra na rodovia Presidente Dutra. Essa expansão contaria com um total de 13 estações, além de 14 quilômetros de extensão, fazendo conexão com a Linha Vermelha, através da estação Penha.

A Linha-19 Celeste, que teria ligação até o Bosque Maia, já teve o projeto funcional concluído pelo metrô no ano passado, e a previsão é que neste ano seja realizado o projeto básico, que deverá revelar detalhes aprofundados sobre a forma de construção da linha.

Foto: Cris Castello Branco/Divulgação Governo de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here