Metrô abre licitação para estudos de linha que deve ligar Bosque Maia ao Anhangabaú

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

O Metrô abriu duas licitações para a realização de estudos na parte do levantamento topográfico da linha e também para o mapeamento e cadastramento de redes de utilidade pública da Linha-19 Celeste, cujo projeto prevê a ligação da região do Bosque Maia até o Anhangabaú, região central de São Paulo.

“Para a futura Linha 19-Celeste, a contratação dos levantamentos de topografia e do mapeamento das redes de utilidade pública são etapas que vão se juntar ao Projeto Básico do trecho Bosque Maia – Anhangabaú, cujo edital deve ser lançado até o fim do ano. Somente após a contratação e conclusão deste estudo, será possível saber com precisão o trajeto da linha e os locais das estações, possibilitando a viabilização dos recursos financeiros e a contratação do projeto executivo”, informou em nota ao HOJE o Metrô.

A empresa também destacou em nota que está iniciando o desenvolvimento dos projetos para novos serviços, como no caso da Linha 20-Rosa, que vai ligar São Bernardo do Campo à Lapa. A reportagem questionou o Metrô quantas estações em Guarulhos devem compor a linha, e também se faria conexão com a possível Linha 2-Verde e Linha 1-Azul, porém, a empresa apenas alegou que ainda haverá o projeto básico para verificar as áreas onde devem ser construídas as estações e depois o projeto executivo, para discutir de onde virá verba para a obra.

No inicio do mês passado, em visita a Londres, na Inglaterra, o governador de São Paulo João Doria (PSDB), apresentou um vídeo a investidores com o projeto de expansão do Metrô, que incluía a Linha-19 Celeste, com uma previsão estimada de acordo com o vídeo divulgado pelo governo, para atender 526 mil passageiros por dia, além de 17,6 km e 15 estações.

Foto: Divulgação PMG