Prefeitura está apurando incidente com paciente na UBS Ponte Alta

Antônio Boaventura

[email protected]

O secretário de Governo, Edmilson Americano, informou que a prefeitura está investigando as causas que levaram a mãe de uma paciente, que não teve sua identidade revelada, a danificar a recepção da Unidade Básica de Saúde (UBS) da Ponte Alta, na última segunda-feira (11). Nesta quarta-feira (13), outra usuária do sistema público de saúde também usou a violência para manifestar sua insatisfação sobre o atendimento nesta área.

“Houve um desentendimento e estamos apurando. Tem a questão da pessoa ter dado um problema lá e dizem também que ela agrediu funcionários. Mas, tem que ser apurado para não insistir no erro”, disse Edmilson Americano, ex-secretário de Serviços Públicos e atual secretário de Governo.

Na última quarta-feira (13), por volta das 17h26, a usuária M.N.D, que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São João acompanhada de uma criança, teria surtado. Ela chutou portas e arremessou cadeiras, e foi contida por seguranças. A Secretaria da Saúde ressaltou que logo após de entrar na unidade, a mulher se dirigiu ao consultório do pediatra sem ser chamada, invadindo o local e teria exigido o atendimento de imediato.

Os profissionais de saúde da unidade sequer conseguiram avaliar a menor, porque a mulher não deixou a equipe de enfermagem fazer a classificação de risco da paciente. Diante da ameaça de agressão, o médico solicitou apoio da Guarda Civil Municipal (GCM). Enquanto isso, a mulher passou a chutar portas, arremessando cadeiras, o que acabou danificando uma longarina. Por conta disso, a Polícia Militar foi acionada e a mulher foi conduzida ao Distrito Policial.