Polícia Civil identifica corpo encontrado em tribunal do crime no Mikail II

Reunião do CONSEG e entrega de viaturas policiais civil e militar no municipio de Barueri, em S.Paulo(SP), com a presença do governador de S.Paulo, Geraldo Alckmin, do Secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes e outras autoridades na manhã desta quinta-feira(18).

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

A Divisão de Investigação sobre Entorpecentes (DISE), identificou o corpo encontrado em local que seria utilizado como tribunal do crime da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), no bairro do Parque Mikail II. O indivíduo foi identificado como Tiago dos Santos Bueno, 32, e de acordo com a polícia, já tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas.

Segundo a investigação da Polícia Civil, uma das razões para Bueno ter sido assassinado pela facção seria devido a uma dívida que o indivíduo teria no tráfico de drogas. O corpo da vítima foi encontrado no dia 19 do mês passado, na rua Xisto, no bairro do Parque Mikail II, de acordo com a polícia.

Após o acionamento do Corpo de Bombeiros, para ajudar a encontrar o corpo, a vítima estava enterrada totalmente amarrada, descalça e vestindo uma calça jeans, além do corpo que já estava em avançado estado de decomposição. Segundo a polícia, o corpo foi identificado na semana seguinte após ser descoberto pelos investigadores.

O caso segue em investigação pelo DISE, e na ocasião do encontro do cadáver, também foram presos quatro homens e um menor de idade. Com os suspeitos, os policiais também apreenderam 83 pinos de cocaína, 35 papelotes de maconha, seis pedras de crack e um aparelho celular.