Covid-19: Unidades hospitalares com gestão do Estado estão com 93% de ocupação dos leitos

O Hospital Geral de Guarulhos (HGG) está com 95% de ocupação dos leitos reservados para atendimentos `Covid-19 - Crédito: Divulgação

Antônio Boaventura
[email protected]

Os hospitais com gestão do Governo do Estado – Hospital Geral de Guarulhos (HGG) e o Complexo Hospitalar Padre Bento (CHPB) -, em Guarulhos (SP), estão próximos de esgotar sua capacidade de atendimento para pacientes que necessitem de leitos para tratamento do Covid-19. De acordo com a secretaria estadual de Saúde, a ocupação está em 93%. As unidades hospitalares dispõe juntas 124 leitos.

O caso mais crítico está no HGG que tem ocupação superior a 95% dos 48 leitos disponíveis para atendimento à pacientes com Coronavírus. Aquele hospital conta com 26 espaços especiais para UTI e outros 22 de enfermaria. Já no Padre Bento, o percentual de ocupação está próximo dos 90%. Naquele equipamento existem 66 leitos destinados a Covid-19, sendo 9 leitos de UTI e outros 57 leitos de enfermaria. Na UTI, a ocupação é de 89%.

A Secretaria de Estado da Saúde ressaltou que mantém esquema especial de gestão de leitos hospitalares, para dar prioridade à internação de pacientes com quadros respiratórios agudos e graves. Além disso, há suporte da Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde), caso qualquer paciente precise ser transferido a unidade que possua recursos específicos, não disponíveis no serviço de origem do atendimento. Os casos que requerem internação podem ser assistidos em hospitais de referência.

O Governo do Estado repassou para Guarulhos (SP), o valor destinado de R$ 16,3 milhões para investimentos em ações de prevenção e combate ao Covid-19. Além deste valor, a administração pública solicitou ao legislativo guarulhense a liberação dos valores que constavam nos 12 Fundos de Reserva Financeira, que ultrapassavam a quantia de R$ 1,2 bilhão, além de contar com a economia de aproximadamente R$ 1,4 milhão por mês referente a redução salarial de cargos da Prefeitura e dos vereadores.

Ao incluir unidades hospitalares de gestão do governo guarulhense como o Centro de Combate ao Coronavírus, Hospital Municipal de Urgências (HMU) e Hospital Municipal Pimentas-Bonsucesso e os da rede privada, Guarulhos (SP) registra 89% de ocupação dos leitos. Ou seja, a cidade está próxima de atingir sua capacidade total de atendimento para pessoas com Coronavírus.

De acordo com dados fornecidos pela secretaria municipal de Saúde, o município registrou 99 mortes com mais de 200 sob investigação e outro quase 5 mil casos suspeitos. Nos últimos dias, a taxa de isolamento, dado obtido através do sinal GPS do aparelho celular, constatou uma queda de 15% nos últimos 3 dias. Estava em 63% da população e passou para 48%, índice considerado inadequado pelo Governo do Estado para a promoção da reabertura da atividade comercial.

“Nós temos 73% de ocupação dos leitos nos hospitais municipais e nos leitos clínicos para Covid-19 64%. E os hospitais estaduais com 100% de sua capacidade comprometida. Na média, nós temos 89%. Já ascende uma luz vermelha muito forte e a gente está trabalhando incansavelmente para aumentar os leitos do nosso 3C GRU e mudar de média para alta complexidade. Queremos fazer a transformação de 10 leitos o mais rápido possível”, concluiu o prefeito Guti (PSD).