HMU já atendeu mais de 300 pessoas com suspeita do novo coronavírus

Foto: Ivanildo Porto

Mais de 300 pessoas com suspeita de infecção pelo novo coronavírus (Covid-19), já foram atendidas no Hospital Municipal de Urgências de Guarulhos (HMU). Deste total, 162 tiveram o diagnóstico confirmado e 77 já receberam alta. Atualmente, 24 pessoas permanecem internadas em tratamento no hospital e outras 61, com média de idade de 66,7 anos, não resistiram e foram a óbito.  Dos pacientes que morreram, 98,3% possuíam comorbidades, sendo as mais comuns a hipertensão arterial e diabetes mellitus.

Mesmo antes da confirmação do primeiro caso no Brasil, o HMU iniciou protocolo de atendimento para pessoas com suspeita da doença, o qual já passou por várias atualizações, senda a última realizada em 24 de abril passado. Para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, o hospital também implantou um fluxo diferenciado para o atendimento das demais doenças respiratórias.

Segundo explicou o médico José Carletti, diretor clínico do HMU, em conjunto com a Prefeitura e com a Secretaria de Saúde, foi realizado um extenso estudo em conformidade com as normas de Vigilância Sanitária vigentes, para a readequação de espaços na unidade de terapia intensiva do hospital, o que resultou na criação de 16 leitos de UTI específicos para Covid-19.

“Conseguimos criar 10 leitos de UTI específicos para Covid-19 e, posteriormente, mais seis leitos extras. Criamos também na clínica médica, incialmente, 26 leitos para pacientes com o novo coronavírus, bem como outros seis implantados na sequência, perfazendo um total de 32 leitos para Covid-19. Além disso, tivemos um treinamento intensivo da equipe por parte da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, e fornecemos equipamentos de proteção individual a todos os nossos colaboradores. Todas essas medidas têm garantido a recuperação da maioria dos pacientes”, avalia o médico.