Pré-Conferência da Igualdade Racial discute políticas públicas para enfrentar o racismo

Fotos: Nícollas Ornelas/PMG

O Adamastor recebeu no último sábado (4) a Pré-Conferência da Igualdade Racial de Guarulhos. O evento, promovido pela Prefeitura de Guarulhos e que reuniu poder público, organizações da sociedade civil e coletivos populares, discutiu a participação popular e políticas públicas para o enfrentamento ao racismo. O encontro antecede as conferências regionais e estaduais, além da 5ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial.

De acordo com o subsecretário de Igualdade Racial (SIR), Anderson Guimarães, para pensar em políticas públicas de qualidade é necessário que a sociedade se conecte com o assunto. “Discutir as questões raciais é um dos temas centrais para o desenvolvimento da sociedade e todos que estão aqui abriram mão de um sábado de sol em prol de uma luta muito importante. O nosso grande desafio e compromisso é pensar em como fazer isso e concentrar energia para combater o racismo e levar esses temas e nossas sugestões para as próximas conferências”, disse. 

A pré-conferência contou ainda com a palestra do professor Christian Fernando dos Santos Moura, graduado em história, doutor em artes e ex-coordenador do curso de especialização em história da África e afro-brasileira da Universidade Anhanguera de São Paulo, que falou sobre o tema. 

Propostas

Na oportunidade também foram apresentadas alternativas para a superação das desigualdades étnico-raciais, tanto do ponto de vista econômico quanto social, político e cultural, na busca por ampliar os processos de controle social sobre as políticas públicas e que também serão apresentadas na conferência estadual.

Entre as propostas prioritárias estão a criação do Fundo de Promoção da Igualdade Racial, dar sequência a ações de educação como formações, debates e palestras, referenciamento de distritos policiais com profissionais capacitados para os casos de racismo, incluir o quesito raça/cor em todos os formulários de coleta de dados dos serviços municipais e a implementação de programas de empreendedorismo étnico-raciais.