Prefeitura conclui primeira etapa do cadastramento das famílias na obra do rio Baquirivu

Foto: Marcio Lino

A Prefeitura de Guarulhos cadastrou 1.035 famílias que estão na região do programa Viva Baquirivu, cujo principal objetivo é acabar com as inundações das proximidades do rio Baquirivu-Guaçu, além de melhorar a qualidade de vida de quem mora e trabalha nos bairros adjacentes.

O cadastramento começou em outubro de 2021 e, no momento, a empresa ECR Engenharia Consultiva, contratada para a supervisão técnica, ambiental e social das obras, tabula os dados para enviá-los à Corporação Andina de Fomento (CAF), que financiará o programa Viva Baquirivu com US$ 96 milhões (aproximadamente 480 milhões de reais).

A Prefeitura mantém diálogo aberto com as famílias da região, prepara um plano de reassentamento voluntário, locação social e realojamento de parte das famílias no Jardim Ponte Alta II, condomínio residencial que contará com 400 lotes, 378 apartamentos, áreas verdes e implantação de serviços como Ponto de Entrega Voluntária, Unidade de Pronto-Atendimento, escola, quadra, área comercial e toda a infraestrutura com arruamento, pavimentação e drenagem.

Viva Baquirivu

O Programa Viva Baquirivu – Um Novo Rio, Um Grande Parque prevê a diminuição de cheias mediante a ampliação da calha do rio, a construção de reservatórios e a recuperação de áreas de várzeas com implantação de parque linear e arborização.

A iniciativa abrange, ainda, a construção de ciclovia, pista de corrida, melhoria nas vias urbanas e ampliação dos corredores viários de acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos e a adequação do corredor viário e de ônibus da rua Jamil João Zarif.

- PUBLICIDADE -