Mais de 300 jovens participam do mutirão do projeto Estagiando em Bonsucesso

Foto: Fabio Nunes Teixeira/PMG

Nesta quinta-feira (9) a 6ª edição do projeto Estagiando – o mutirão de estágios remunerados da Prefeitura de Guarulhos – reuniu 315 jovens entre 16 e 29 anos na UNG Bonsucesso, os quais buscaram uma oportunidade para entrar no mercado de trabalho. Realizada pela Subsecretaria da Juventude, integrante da Secretaria de Direitos Humanos, a iniciativa resultou no encaminhamento de 278 estudantes do ensino médio, técnico e superior para as entrevistas finais das 220 vagas disponíveis em diversas áreas.

 “O Estagiando começou no ano passado e percebemos que muitos jovens tinham dificuldade de participar porque moravam distantes do Centro, onde ocorria o mutirão. Para atingir também esse público promovemos a descentralização. Este é o primeiro Estagiando descentralizado e a ideia é fazer mais ações em Bonsucesso e em outras regiões também”, afirmou o subsecretário da Juventude, Cesar Sousa, na abertura do evento.

A importância da ação foi destacada pela reitora da UNG, a professora Fernanda Fernando. “É muito importante esses momentos em que universidade, poder público e empresas se unem para proporcionar geração de emprego, renda e inclusão para a juventude em busca de oportunidade. É um momento feliz e especial quando abrimos as portas”, disse a reitora.

Após o acolhimento os participantes receberam uma breve explicação sobre a lei do estágio e passaram por uma seleção para checar se estavam em conformidade com os perfis das vagas oferecidas (logística, contabilidade, fotografia, química, administrativa, estoque e reposição, vendas, telemarketing, atendimento em comércios, direito, marketing, gastronomia, nutrição, edificações, recursos humanos, fonoaudiologia, publicidade e propaganda, tecnologia e web design). Os que se adequaram aos perfis foram encaminhados à entrevista final com as empresas contratantes.

Participantes

Acompanhada da mãe, que trabalha como conferente, e do irmão de quatro anos, a estudante do ensino médio Luana de Oliveira Silva, 17 anos, considerou o mutirão uma ótima oportunidade de conseguir uma colocação no mercado de trabalho. “Soube do Estagiando pelo Facebook da Prefeitura. Vim porque estou precisando trabalhar para ter meu dinheiro e ajudar em casa”, disse a jovem que vive no Pimentas.

Aluno do segundo ano do ensino médio e morador da Vila Rica, Kauã Lopes, 16 anos, se interessou pelo estágio de auxiliar em gastronomia e foi selecionado para a entrevista final na empresa. “Nunca trabalhei e vai ser uma experiência nova. Vou aprender um ofício. Tenho sonhos e quero ganhar dinheiro para investir neles. Pretendo fazer intercâmbio e terminar o ensino médio nos EUA”, relatou o estudante.

Por meio de um panfleto do mutirão no terminal de ônibus, o aluno do 5º semestre do curso de biologia, Rômulo Pereira, 20 anos, tomou conhecimento da ação. “É um projeto importante que ampara os estudantes e um incentivo a mais para a gente que, como estudante, tem um pouco de dificuldade em conseguir estágio. Interessei-me pela vaga de auxiliar em química porque tenho essa mesma disciplina na grade curricular da faculdade”, contou o morador do Pimentas que obteve o encaminhamento para a entrevista da vaga desejada.

- PUBLICIDADE -