Desapropriados do Rodoanel em Guarulhos devem receber 360 apartamentos

As famílias que residiam na faixa de domínio do trecho Norte do Rodoanel em Guarulhos devem re­ceber 360 apartamentos. As moradias, localizadas no Residencial Clarice Lispector, no Bananal, fazem parte do Programa de Compensação Social e Reassentamento Involun­tário do empreendimento.

Segundo a Caixa Eco­nômica Federal (CEF), as obras físicas do empreen­dimento estão concluídas. Porém, existem pendên­cias para a legalização do empreendimento, como habite-se e averbação, que precisam ser defini­das para a entrega das moradias.

Os apartamentos pos­suem área total de 42,31 m² e área útil de 37,04 m². O empreendimento foi viabilizado no âmbito do acordo de cooperação entre o Governo de São Paulo, por meio da Casa Paulista, e o Governo Federal, pelo Programa Minha casa Minha Vida. O investimento total é de R$ 24,7 milhões, dos quais R$ 2,4 milhões são oriundos do Estado, a fundo perdi­do, e R$ 22,3 milhões da União.

Nesta semana, o gover­nador Geraldo Alckmin entregou o conjunto Habitacional Freguesia do Ó A – Jardim Maristela que beneficiou 118 famílias de baixa renda. No empreen­dimento foram investidos R$ 21,3 milhões, por meio da Companhia de Desen­volvimento Habitacional e Urbano (CDHU) em parce­ria com a Dersa – Desen­volvimento Rodoviário S/A.

As famílias foram benefi­ciadas pelo Programa de Compensação Social e Re­assentamento Involuntário do Rodoanel Norte. As unidades entregues apre­sentam três dimensões distintas. São 59 aparta­mentos com 69,48m² e mais 54 unidades com 69,65m². Essa duas tipo­logias apresentam dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro. Outras cinco moradias foram construí­das com 51,09m², com um dormitório, sala, cozinha e banheiro. Todo o entorno foi urbanizado com redes de água, esgoto e energia elétrica, drenagem e piso em concreto com guias, iluminação condominial, passeio público, paisagis­mo, muros de arrimo e de divisa.

Reportagem: Rosana Ibanez
Foto: Ivanildo Porto