Desmatamento em Guarulhos corresponde a 26% do estado

O desmatamento em Guarulhos da Mata Atlân­tica entre 2014 e 2015 correspondeu a 26% do total registrado em todo o estado. No período a ci­dade foi responsável pela supressão de 12 hectares (ha) enquanto que São Paulo desmatou 45 ha.

Com isso a cidade figu­rou na primeira posição do ranking dos municípios que mais desmataram em todo o estado, seguida por Ferraz de Vasconcelos (11 ha), Paranapanema (9 ha), São Paulo (5 ha) e Itapevi e Juquitiba, ambas com decréscimo de 4 ha. Ainda assim o desmatamento no período foi menor que o registrado no estudo an­terior quando, entre 2013 e 2014, o município foi responsável pela supres­são de 15 ha.

A constatação faz parte do Atlas dos Mu­nicípios da Mata Atlântica divulga­do nesta quarta­-feira pela Fun­dação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O estudo apontou desmatamento de 18.433 hectares (ha), ou 184 Km², de remanescen­tes florestais nos 17 Estados da Mata Atlântica no período de 2014 a 2015, um aumen­to de apenas 1% em relação ao período anterior (2013-2014), que registrou 18.267 ha.

Minas Gerais voltou a liderar o desmatamento no país, com decréscimo de 7.702 ha (alta de 37% na perda da floresta). A vice-liderança fica com a Bahia, com 3.997 ha desmatados, 14% a menos do que o período anterior. Já o Piauí, campeão de desmatamento entre 2013 e 2014, ocupa agora o terceiro lugar, após reduzir o desmatamento em 48%, caindo de 5.626 ha para 2.926 ha. Já São Paulo aparece dentre os estados que possuem nível do des­matamento zero, ou seja, com menos de 100 hecta­res de desflorestamento chegando a decréscimo de 45 ha.

Reportagem: Rosana Ibanez
Foto: Ivanildo Porto