O volume de investimen­tos em obras apresentou uma queda de 35,2% em Guarulhos, segundo o anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil. Conforme o estudo os investimentos na cidade caíram de R$ 331,2 milhões em 2013 para R$ 214,7 milhões no ano seguinte. Com isso, o município figura na 18ª po­sição no ranking nacional sobre o assunto.

A queda faz com que Guarulhos esteja na con­tramão das demais cida­des do país. Isso porque, de acordo com o estudo, os municípios brasileiros conseguiram ampliar seus investimentos em obras em 2014 em 20,6%, totali­zando um montante de R$ 49,27 bilhões contra os R$ 40,85 bilhões realizados no ano anterior.

De acordo com o levan­tamento, sem contar com as capitais, as maiores ta­xas de crescimento foram registradas nos municípios de Duque de Caxias (RJ), com 196,5%; Feira de San­tana (BA), com 97,2%; Juiz de Fora (MG), com 76,6%; Nova Iguaçu (RJ), com 62,4%; e Santo André (SP), com 40,7%.

Já as capitais respon­deram por 29,1% de todo o investimento realizado pelos municípios brasilei­ros, com uma média de crescimento de 7,7%. Entre os destaques, segundo a publicação, estão: Boa Vis­ta (284,3%), Natal (204,1%), Salvador (86,9%), Floria­nópolis (57,6%) e João Pessoa (57,5%). Em termos absolutos, os maiores acréscimos ocorreram no Rio de Janeiro (R$ 612,6 milhões), Natal (R$ 387,4 milhões), Salvador (R$ 192,1 milhões), Boa Vista (R$ 182,9 milhões) e São Paulo (R$ 155,8 milhões).

Além de debater sobre a atual divisão da receita disponível entre municí­pios, estados e União, o anuário, elaborado pela Frente Nacional de Pre­feitos (FNP) em parceria com a Aequus Consultoria, aborda os fatores que afe­taram a arrecadação dos principais tributos munici­pais, como o ISS e o IPTU, e a evolução das maiores transferências que os municípios recebem dos estados e da União.

Reportagem: Rosana Ibanez
Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here