Fifa reconhece clubes brasileiros como campeões mundiais

O Conselho da Fifa (antigo Comitê Executivo) reconheceu nesta sexta-feira (27) os campeões intercontinentais de clubes a partir de 1960 como legítimos campeões mundiais. Desta forma, Santos, Grêmio e Flamengo se tornam campeões reconhecidos pela entidade máxima do futebol.
O São Paulo, que conquistou o Mundial de Clubes organizado pela Fifa em 2005, agora também ganha o reconhecimento de outros dois títulos, obtidos em 1992 e 1993.
A decisão no Conselho da Fifa foi unânime. O pedido de reconhecimento das taças foi feito pela Conmebol.
“Agradeço a aprovação do Conselho da Fifa da proposta da Conmebol de reconhecer os títulos de Copas Intercontinentais como Mundial de Clubes”, disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.
Até então, a Fifa colocava como campeões os vencedores do Mundial de Clubes, promovido pela entidade em 2000 e de forma ininterrupta a partir de 2005. Corinthians, São Paulo e Internacional conquistaram o organizado pela entidade máxima do futebol.
O Santos contabiliza dois títulos mundiais (1962 e 1963), alcançados com times estelares, reunindo Pelé, Coutinho, Pepe, entre outros. Em 62, a final foi contra o Benfica em dois jogos. No ano seguinte, o Santos derrotou o Milan, em disputa realizada em três partidas.
Em 1981, já no formato de jogo único, o Flamengo, então campeão da Libertadores, atropelou o Liverpool: 3 a 0, com grandes atuações de Zico e Nunes.
Dois anos depois, foi a vez do Grêmio conquistar o mundo, A equipe dirigida por Valdir Espinosa venceu o Hamburgo por 2 a 1, com dois gols de Renato Gaúcho.
Já o São Paulo venceu dois títulos mundiais em disputas no Japão. Comandado por Telê Santana, o time do Morumbi venceu o Barcelona por 2 a 1 em 1992. No ano seguinte, derrotou o Milan por 3 a 2. Posteriormente, já em torneio organizado pela Fifa, sagrou-se campeão em 2005 ao bater o Liverpool por 1 a 0.

COPA RIO
Os títulos da Copa Rio não estiveram na pauta de discussão da Fifa nesta sexta-feira. O Palmeiras e o Fluminense, campeões de 1951 e 1952, respectivamente, buscam o reconhecimento das conquistas.
Para o Palmeiras, vencedor do torneio realizado no Brasil na década de 50, não é nem necessário entrar nessa discussão. Ao blog do Marcel Rizzo, do UOL, o presidente Maurício Galiotte disse que o clube é reconhecido, inclusive pela Fifa, como campeão do mundo.
“O Palmeiras é o campeão do mundo de 1951. Tal fato foi reconhecido por atletas e jornalistas de todo mundo e inclusive pela Fifa, que homologou a conquista após analisar uma série de materiais que comprovaram o título”, disse Galiotte.
A Copa Intercontinental foi criada em 1960 (e encerrou em 2004) como uma maneira de incentivar o intercâmbio entre as escolas europeia e sul-americana, as mais poderosas do planeta. Até 1979 (com exceção de 1975, quando não foi disputada devido a entrave de calendário), o confronto era disputado em jogos na casa de cada um dos times envolvidos, ou seja, na Europa e na América do Sul.
A partir de 1980, com patrocínio da montadora japonesa Toyota, a disputa passou a ser em partida única, sempre no Japão. A nova Copa Intercontinental, se sair do papel, também deverá ser em jogo único, e a tendência é que a sede seja alterada a cada ano -vai depender da nacionalidade das empresas que topem bancar o projeto.

Confira os times que tiveram mundial reconhecido:
– Milan (1969, 1989, 1990)
– Real Madrid ( 1960, 1998, 2002)
– Peñarol/URU (1961, 1966, 1982)
– Nacional/URU (1971, 1980, 1988)
– Independiente/ARG (1973, 1984)
– Juventus (1985, 1996)
– Santos (1962 e 1963)
– Internazionale (1964, 1965)
– São Paulo (1992 e 1993)
– Ajax (1972, 1995)
– Bayern (1976, 2001)
– Porto (1987 e 2004)
– Estudiantes/ARG (1968)
– Olimpia/PAR (1979)
– Flamengo (1981)
– Grêmio (1983)
– River Plate (1986)
– Manchester United (1999)
– Racing/ARG (1967)
– Feyenoord (1970)
– Atlético de Madri (1974)
– Estrela Vermelha (1991)
– Vélez Sarsfield/ARG (1994)
– Borussia Dortmund (1997)

Fonte: Folhapress
Foto: Divulgação