Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

O guarulhense Pedro Sakamoto está jogando neste momento no complexo esportivo do Ibirapuera, na zona sul da cidade de São Paulo, em busca de um feito inédito em sua carreira. Diante do espanhol Jaume Munar, pupilo de ninguém menos que o supercampeão Rafael Nadal, Sakamoto luta por sua primeira participação na fase oitavas de final de um ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

Para chegar nesta disputa, Sakamoto precisou eliminar o argentino Carlos Berlocq na fase de qualificação para as chaves do ATP 250 – Brasil Open 2019, que está sendo disputado na capital paulista. O guarulhense venceu Berlocq por 2 sets a 0 – com parciais de 7 / 6 (4) e 6 / 4. Além dele, o Brasil conta também com as participações de Thiago Wild e Thiago Monteiro.

Atualmente, Sakamoto ocupa a posição 389 no ranking da ATP, enquanto seu adversário é 61º. Caso, ele consiga superar o espanhol e avançar consequentemente para a fase oitavas de final, o mesmo pode integrar o hall dos 100 melhores tenistas do mundo, além de estar entre os 100 melhores dentro da disputa da competição internacional.

“É um momento muito importante, muito feliz por conseguir jogar o meu melhor tênis. Estou mais feliz ainda por ser dentro de casa, em São Paulo. Agora é curtir esse momento, mas com foco, querendo mais”, disse Sakamoto.

Nos outros jogos definidos pelos qualifiers, o espanhol Pedro Martínez encara o boliviano Hugo Dellien, enquanto o argentino Facundo Bagnis duela com o espanhol Albert Ramos-Viñolas e o italiano Alessandro Giannessi tem pela frente o sérvio Laslo Djere.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here