Moradores voltam a reclamar de rachaduras em apartamentos de condomínio no Bonsucesso

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Moradores do Residencial Flamboyant, localizado na rua Tenry, n° 175, no bairro do Bonsucesso, alegam que o bloco três do condomínio voltou a sofrer com diversas rachaduras na estrutura, que teriam piorado na semana passada. Segundo a autônoma Ângela de Barros, 41, os problemas nas fissuras teriam retornado no mês de setembro do ano passado.

Apesar das grandes rachaduras, os moradores reclamam que tanto a Defesa Civil quanto a construtora responsável, a empresa Qualyfast, alegam que a estrutura do prédio não está comprometida. “Mesmo com este problema, continuamos morando aqui, porque não temos outro local para ir”, afirmou o operador de máquinas, José Renato Tavares, 41.

Já Ângela, diz que não tem rachaduras dentro do próprio apartamento, porém, a vizinha sofre com esse problema. “A Defesa Civil veio aqui e disse que não tem risco de queda, além de alegar que não podem fazer muita coisa, porém, é um prédio que tem muita criança e idosos. Durante a noite, continuamos a ouvir barulhos no telhado e nas paredes”, informou.

A direção da construtora Qualyfast informou que não existe problema estrutural nenhum no residencial, alegando que a empresa possui laudos de dois peritos judiciais em relação à estrutura. Já a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU), junto com a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), informou em nota que esteve no edifício Flamboyant em diversas datas neste mês, e que em vistorias foram encontradas rachaduras semelhantes às que ocorreram no local em 2017, porém, sem evidências de movimentação de solo ou indícios de colapso estrutural.

“Face às queixas dos moradores, no que respeito às trincas ainda visíveis, a SDU informa que notificará a construtora para apresentar parecer técnico esclarecendo as dúvidas das queixas dos moradores do bloco de apartamento. A SDU informa ainda que o prédio tem documentação regular”.

Foto: Divulgação