Após reunião realizada no início da noite desta terça-feira (10) com a participação de vereadores, representantes de motoristas de aplicativos e o secretário de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU), Paulo Carvalho, o prefeito Guti anunciou que determinou a extensão do prazo de suspensão das multas a motoristas de aplicativos que ainda não se cadastraram na Prefeitura de Guarulhos, conforme decreto publicado em março deste ano.

O prefeito recebeu os vereadores e representantes como forma de demonstrar que mantém aberto o diálogo com os motoristas de aplicativos, apesar de o decreto já estar em vigor desde o início deste mês. Após ouvir as ponderações de diversas pessoas ligadas aos aplicativos, sem qualquer consenso quanto às reivindicações da categoria, Guti determinou que a STMU mantenha a fiscalização, mas sem aplicar multas, até o próximo dia 23. Ele solicitou que as associações que reúnem os motoristas, principalmente dos aplicativos Uber e 99, apresentem uma pauta única de reivindicações até esta sexta-feira (13).

Após reunir as principais reivindicações, o prefeito se comprometeu a avaliar cada um dos itens para verificar se poderá haver flexibilização dos artigos que podem prejudicar a prestação dos serviços à população. “Abrimos o diálogo apesar de o decreto ter sido publicado há mais de seis meses. Queremos que os representantes dos aplicativos cheguem a uma proposta única, já que há divergências entre eles. Desta forma, veremos em quais artigos poderemos aplicar alguma flexibilização”, disse.

O decreto 35.617/2019 foi publicado no Diário Oficial do dia 6 de março e as multas, para quem não estivesse devidamente credenciado, seriam aplicadas a partir de 3 de setembro. O prazo acabou sendo estendido para o dia 9 e agora para 23 de setembro, quando as multas poderão vir a ser aplicadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here