Grupo de Segurança Viária se reúne e acidentes levam fiscalização aos bairros

Com as infecções por coronavírus crescendo em Guarulhos, o Grupo de Segurança Viária, coordenado pelo Departamento de Trânsito de Guarulhos, realizou nesta quarta-feira (13) reunião por plataforma digital para discutir os óbitos e acidentes de trânsito que ocorreram no primeiro trimestre deste ano e quais ações devem ser realizadas neste período atípico de isolamento social. Os dados do Observatório Municipal de Segurança Viária mostraram que os bairros devem concentrar a atenção da fiscalização.

No comportamento geral do trânsito, o grupo pôde identificar que o excesso de velocidade, o desrespeito à sinalização de trânsito, o uso de bebidas alcoólicas e entorpecentes antes de conduzir o veículo têm sido os fatores que contribuíram para os óbitos por acidentes de trânsito no período. Sendo assim, o grupo entende a necessidade de intensificar as ações de fiscalização nos bairros do município a fim de coibir tais imprudências.   

A reunião contou com a participação de dez representantes, incluindo membros da Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Guarulhos, Secretaria da Saúde, Getran, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar Rodoviária Estadual e Laboratório Maxilabor.

Dados de óbitos

Na reunião foram apresentados pela STMU dados de óbitos por acidentes de trânsito compilados pelo Observatório Municipal de Segurança Viária referentes ao primeiro trimestre de 2020, quando se notou um aumento das mortes nos bairros e a redução nas principais avenidas e rodovias.  

Números apresentados pelo laboratório Maxilabor demonstraram que, neste período de pandemia, houve um aumento nos resultados positivos de exames toxicológicos, potencializando assim a violência no trânsito.

Representantes da Policia Rodoviária Federal e da Policia Militar Rodoviária demonstraram que nas rodovias, do mês de abril para maio, houve um aumento gradativo no fluxo de veículos, mas nada comparado ao período que antecedeu a pandemia. Nos finais de semana grupos de motociclistas têm abusado da velocidade, mas o policiamento foi intensificado para inibir aglomerações e também o excesso de velocidade. 

No que diz respeito à educação para o trânsito foi esclarecido que, conforme recomendação do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), o Maio Amarelo (campanha de conscientização sobre a segurança no trânsito) foi transferido para o mês de setembro, quando diversas ações serão realizadas pelas instituições que compõem o grupo de forma integrada.

No final da reunião, o policial rodoviário federal Victor Grutter, em nome da Delegacia de Guarulhos da PRF, agradeceu pela adesão do município à campanha Doe Sangue Solidário, coordenada pela PRF em todo País, com grande adesão de Guarulhos.