Ministério da Saúde prorroga vacinação contra a gripe até 27 de julho

Foto: Márcio Lino/PMG

O governo federal determinou nesta sexta-feira (26) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) até o próximo dia 27 de julho por conta da baixa adesão em todo o país. Em ofício enviado aos estados e municípios, o Ministério da Saúde pede esforços das cidades para desenvolver estratégias e melhorar o desempenho da imunização de todos os grupos prioritários na perspectiva de alcançar elevadas e homogêneas coberturas vacinais e, assim, garantir a proteção da população.

De acordo com o ofício ministerial, do total de 77.728.419 milhões de habitantes que integram o público-alvo da campanha, apenas 69,03% foi vacinado, sendo necessário, portanto, fazer o resgate de 24 milhões de pessoas que ainda não se protegeram contra a doença. A meta de vacinar pelo menos 90% de cada grupo prioritário foi atingida apenas entre as pessoas contempladas na primeira fase da vacinação, que teve início em 23 março, quando foram convocados os idosos com idade igual ou superior a 60 anos e trabalhadores da saúde.

A partir de 16 de abril começou a segunda etapa da campanha, destinada a portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, povos indígenas, membros das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, trabalhadores portuários, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Segundo o Ministério da Saúde, o percentual de cobertura vacinal do país para esses grupos é de 73,72%.

Já a terceira fase, que atingiu até agora apenas 33,22% de cobertura do público-alvo,  foi dividida em duas etapas. Na primeira, de 11 a 17 de maio, foram convocadas as crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência. Na segunda, a partir de 18 de maio, passaram a ser contemplados também os adultos de 55 a 59 anos de idade e os professores.

As etapas ocorrem simultaneamente em todos os 5.570 municípios do país e a vacinação dos grupos está ocorrendo cumulativamente no decorrer das etapas definidas. Ainda segundo o Ministério da Saúde, a menor cobertura vacinal está entre as pessoas com deficiência (2,34%). Em Guarulhos, as doses seguem disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e também no Drive-Thru do Bosque Maia.