Homem desaparece durante conexão em aeroporto de Guarulhos após passar mal durante voo

O marceneiro Eliseu Teixeira Mendes, que mora há 5 anos em Portugal, desapareceu na última segunda-feira (2) durante uma conexão no aeroporto de Guarulhos. Ele, que tinha como destino final a cidade de Governador Valadares, em Minas Gerais, passou mal durante um voo.

De acordo com o Uol, após o mal estar, o passageiro foi atendido pela equipe médica do aeroporto e levado para um hotel da cidade enquanto esperava um novo voo para ser alocado. Na madrugada de segunda (2), por volta de 3h, foi visto deixando o local e não voltou mais.

“O voo seguiria para Confins às 20h de domingo, mas, como ele ficou no posto médico até 21h, foi levado para um hotel para aguardar um outro, no dia seguinte. As imagens das câmeras mostram que ele saiu por volta das 3h cambaleante. É uma pessoa saudável, apenas estava muito ansioso pelo retorno. Acreditamos que possa ter sido algum efeito do remédio que deram a ele”, afirmou Edson Teixeira Mendes, irmão do marceneiro, em entrevista ao Uol.

Familiares reclamam do atendimento por parte da Latam, afirmando que houve demora em comunicar à família sobre o sumiço de Eliseu. “Foi um tempo precioso que perdemos porque depois recebemos a informação de que, na segunda-feira, ele ainda foi visto na Rua Cinco de Julho, nas proximidades do hotel. Ele poderia ter sido achado mais facilmente”, disse o irmão.

Em nota, a companhia aérea afirmou que “se sensibiliza com o desaparecimento de Eliseu e o momento de apreensão vivido por toda a sua família”. “A companha esclarece que Eliseu não solicitou em sua reserva qualquer acompanhamento especial / adicional. Reforça também que está prestando todo suporte de informações à família e às autoridades”.

A Latam disse ainda que “todo o atendimento foi realizado por uma equipe médica responsável, seguindo os protocolos para este tipo de cenário”.

Vestígios
Um dia depois do desaparecimento, um guarda civil encontrou uma bolsa com os pertences do marceneiro e avisou à família pelo telefone que tinha divulgado o caso nas redes sociais. A notícia deixou os parentes ainda mais preocupados porque ele está sem os documentos de identificação.

O último paradeiro conhecido dele teria sido na última quinta-feira, quando foi visto caminhando por uma avenida de São Paulo usando blusa preta, calça jeans escura e tênis preto.