Trabalhadores da Proguaru aprovam paralisação a partir de segunda

Mais de mil trabalhadores aprovaram a greve, por maioria de votos, em assembleia no Paço Municipal nesta quarta-feira (15). As atividades serão paralisadas a partir de segunda-feira (20), devido aos ritos legais.

“Agora é hora de nos organizarmos, mobilizar todos os colegas de trabalho e parar. Já que o prefeito se recusa a falar com o trabalhador, vamos deixar a cidade abandonada”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública (Stap), Pedro Zanotti Filho.

O advogado do sindicato, Marcelo de Mendes Campos Pereira, explicou quais serão os próximos passos. “Vamos elaborar notificação de greve. Como há serviços essenciais na Proguaru, precisamos de 72 horas para protocolar”, disse.

Ele sugeriu que os colegas da saúde continuem trabalhando. “Essa é a forma de não esbarrarmos na ilegalidade”.

Na segunda-feira (20), às 10h, haverá assembleia no Paço Municipal a fim de dar início à greve na Proguaru.

Ao final da assembleia, os trabalhadores fizeram passeata pela avenida Tiradentes em direção à sede da Proguaru.