CPTM ganha duas novas gelotecas em homenagem ao Dia da Consciência Negra

Foto: Divulgação/CPTM

As estações Ferraz de Vasconcelos e Antônio Gianetti Neto, da Linha 11-Coral da CPTM, ganham gelotecas, geladeiras transformadas em biblioteca para retirada gratuita de livros pelos passageiros dentro do projeto Livro Livre. Os espaços, que começam a funcionar neste sábado (20/11) em referência ao Dia da Consciência Negra, fazem homenagem à cientista Jackeline Gois e à escritora Bell Hooks.

Todas as gelotecas, doadas pelo psicopedagogo e artista João Belmonte, ganham desenhos e pinturas lúdicas em estilo cartoon relacionadas a algum contexto sociocultural e histórico. As duas novas peças vão ganhar as imagens de duas grandes referências da atualidade nos universos da ciência e da literatura.

A pesquisadora e cientista, Jaqueline Goes de Jesus, responsável pela equipe que fez o sequenciamento do genoma do vírus SARS-CoV-2 apenas 48 horas após a confirmação do primeiro caso de COVID-19 no Brasil, estará eternizada na geloteca da estação Antônio Gianetti Neto. Jaqueline é doutora em Patologia Humana e Experimental, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), considerada uma importante voz na defesa da ciência.

Na Estação Ferraz de Vasconcelos, a geloteca homenageia a escritora Bell Hooks, pseudônimo de Gloria Jean Watkins, autora de vários livros, entre os quais Meu Crespo é de Rainha, e ativista do feminismo negro internacional. Na peça, a pintura mostra a imagem da escritora e traz também uma das suas frases “a educação como prática de liberdade é um jeito de ensinar que qualquer um pode aprender”.

“Eu sempre penso no apagamento histórico que acontece quando pessoas incríveis negras têm um lugar de ascensão. No caso a Jaqueline Goes é uma mulher negra, formada na UFBA, cujo trabalho contribuiu para a produção da vacina contra Covid-19. Já Bell Hoocks é uma das escritoras e filosofas negras que nós, negros, conhecemos muito. Porém, poucos no dia a dia a conhecem. Para além de levar livros para as comunidades, as gelotecas têm a função de criar pequenos polos de conhecimento por meio das pinturas”, explica João Belmonte.

Os passageiros podem retirar e doar os livros durante todo o funcionamento da operação comercial e não há limite para a retirada, entretanto como é um projeto voltado para atender o coletivo, os livros podem ser devolvidos após a leitura. No total, são 12 gelotecas instaladas nas estações Franco da Rocha e Água Branca da Linha 7-Rubi, Guainanases, Dom Bosco, Ferraz de Vasconcelos e Antônio Gianetti Neto da Linha 11-Coral, Jardim Romano, Jardim Helena-Vila Mara, Itaim Paulista, Itaquaquecetuba da Linha 12-Safira, Engenheiro Goulart e Aeroporto-Guarulhos da Linha 13-Jade.

Serviço:

Homenagem ao Dia da Consciência Negra

Gelotecas nas estações Ferraz de Vasconcelos e Antônio Gianetti Neto da Linha 11-Coral

A partir de 20/11