Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Contratado em agosto do ano passado para administrar o Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA), o Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social (IDGT) venceu o processo de licitação e permanecerá na gestão daquela unidade de saúde pelo período de 5 anos. O valor do contrato não foi revelado.

No vínculo anterior com a prefeitura, que tinha como prazo o dia 31 de dezembro de 2018 e posteriormente prorrogado até a conclusão do processo de processo, a entidade recebia mensal aproximadamente R$ 4 milhões para administrar o HMCA.

O IDGT assumiu o controle do Hospital Municipal da Criança e do Adolescente em função do rompimento do contrato entre a administração pública e o Instituto Gerir, que tem sede na cidade de Goiânia e era o responsável pela unidade desde maio de 2017, que segundo o governo municipal houve a identificação de inconsistências no atendimento prestado pela organização social à população.

A escolha da organização social se deu após a consulta de condições técnicas e preços a várias entidades de São Paulo e de outros estados brasileiros. A decisão, comunicada ao Conselho Municipal de Saúde nesta quarta-feira, se deu a partir de uma análise das condições e pelos valores apresentados, compatíveis com o reservado pela prefeitura para aquele hospital.

A Comissão Especial da Saúde (CES) avaliou a instituição do litoral norte com nota máxima (10) e classificou como a mais adequada para gerenciar o HMCA pelos próximos 60 meses. Participaram também deste processo as seguintes OSS: Instituto de Atenção Básica e Avançada de Saúde (Iabas) e a Organização Social Pró Vida. Os recursos contra o resultado podem ser apresentados até sexta-feira (22).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here