Uma operação contra evasão de pedágio realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), com participação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e apoio da CCR NovaDutra, ontem (09/09), na praça de pedágio de Arujá, no Alto Tietê, flagrou um total de 14 veículos (entre veículo de passeio, caminhão e moto) com histórico de evasão de pedágios na via Dutra. Em um dos casos, um ônibus intermunicipal tinha um total de 687 evasões e uma dívida acumulada de R$ 4.278,80.

Infração

De acordo com o artigo 209 do Código de Trânsito Brasileiro, “transpor, sem autorização, bloqueio viário com ou sem sinalização ou dispositivos auxiliares, deixar de adentrar as áreas destinadas à pesagem de veículos ou evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio” são consideradas infrações graves. A multa para esses casos é de R$ 195,27, além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

“O custo (da evasão) não compensa. É um atentado à vida. É muito arriscado comprometer a sua segurança passando uma cabine bem coladinho ou em alta velocidade. Os motoristas precisam estar atentos em relação aos riscos que a evasão pode trazer, com frenagens ou colisões, além de colocar em risco tanto a vida dos usuários da rodovia quanto a dos colaboradores que trabalham nas praças de pedágio”, explica Diêgo Dutra, Coordenador de Interação com o Cliente na CCR NovaDutra.

A Concessionária realiza o monitoramento das evasões de pedágio ocorridas por meio da coleta de informações nas pistas de passagem automática das cabines da praça, que subsidiam a Polícia Rodoviária Federal nas ações de combate a este tipo de infração. Entre janeiro e julho deste ano, ocorreram 102.097evasões nas praças de pedágio localizadas na região do Alto Tietê (Arujá e Guararema). No mesmo período do ano passado, foram contabilizadas 101.902evasões.

Balanço da operação

A ANTT participou da operação fiscalizando o pagamento do Vale-Pedágio Obrigatório e do piso mínimo do frete, além do preenchimento do documento fiscal. No final da operação foram feitas 11 multas pelo não pagamento do Vale-Pedágio, cinco por preenchimento incompleto de documento fiscal e três multas pelo não pagamento do piso mínimo do frete. Juntas, as infrações somaram, aproximadamente, R$ 10.500,00.

Ao todo a Polícia Rodoviária Federal fiscalizou 35 veículos e 42 pessoas. Além da autuação por evasão, foram lavrados outros 22 autos de infração, um veículo foi apreendido, além de nove documentos e três carteiras nacional de habilitação recolhidos por apresentar irregularidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here