Covid-19: HGG tem capacidade de leitos ampliada para atender casos do Cornavírus

Hospital Geral de Guarulhos terá sua quantidade de leitos ampliada para a pandemia - Crédito: Divulgação

Da Redação
[email protected]

No Alto Tietê, a capacidade de leitos será reforçada em 35,1%, com a abertura de 278 novos leitos em unidades de saúde existentes nas cidades de Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes e Suzano. Desse total, 181 são para internação de Clínica Médica e 97 para UTI (Unidade de Terapia Intensiva), segundo informações do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

No caso da Clínica Médica, os novos leitos são para implantação imediata nas seguintes unidades de saúde: Hospital Geral de Guarulhos (4), Hospital Geral de Itaquaquecetuba (5), Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo (22), Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti (60) e Hospital Auxiliar das Clínicas /HC Suzano (90).

Dos 97 novos leitos de UTI, 47 são para habilitação imediata no Hospital Geral de Guarulhos (23), no Hospital Geral de Itaquaquecetuba (12) e no Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo (12). Assim como no caso da Clínica Médica, pela deliberação estadual esses leitos já estão aptos para o uso conforme a demanda de pacientes.

Os outros 50 leitos de UTI dependem de equipamentos e recursos humanos para serem ativados. Eles deverão funcionar no Hospital Geral de Guarulhos (30), Hospital Geral de Itaquaquecetuba (10) e no HC Suzano (10) – não há data informada, mas a expectativa é de que estejam liberados em 30 dias.

Essa ampliação de leitos será feita com a verba destinada pelo Ministério da Saúde para uso na RMSP, sendo que parte foi destinada aos municípios que possuem serviços próprios de média e alta complexidade – foram destinados R$ 4,7 milhões para 10 cidades do Alto Tietê – e o restante ficou para as unidades estaduais.

O Estado contabiliza a existência atual de 834 leitos nos 21 hospitais públicos (estaduais e municipais) em funcionamento em 10 cidades do Alto Tietê – a exceção é Biritiba Mirim. Desse total, 790 são leitos SUS, sendo 655 de Clínica Médica e 135 de UTI.

Com o novo investimento, a capacidade de leitos SUS na rede estadual da Região será ampliada em 35,1% (de 790 passará para 1.068). Na Clínica Médica a ampliação será de 27,6% (sairá de 655 para 836), enquanto na UTI será de 71,8% (subindo de 135 para 232). O Hospital Auxiliar de Suzano é a unidade que receberá o maior número de leitos – 100, sendo 90 na Clínica Médica e 10 na UTI.