Vila Rio recebe nebulização nesta quinta para conter a transmissão da dengue

Foto: Divulgação/PMG

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Secretaria da Saúde de Guarulhos suspendeu temporariamente o trabalho de visitas domiciliares para o controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. No entanto, nesta quinta-feira (30) agentes do Centro de Controle de Zoonoses farão uma nebulização com inseticida nas ruas da Vila Rio de Janeiro, um dos bairros que integra a Região de Saúde Cantareira, onde o coeficiente de incidência da dengue mostra que a doença está fase de transmissão.

O mesmo trabalho será efetuado na terça e na sexta-feira da próxima semana no Jardim Ottawa, bairro que também tem risco de transmissão da doença. Já a Vila Rio de Janeiro receberá nova aplicação na segunda-feira (4). A população local será comunicada por mensagens de carro de som.

Durante a aplicação a recomendação é para que os moradores fiquem dentro de casa a fim de não serem atingidos diretamente pelo produto, protejam animais como gatos e cachorros, cubram aquários e gaiolas com aves ou roedores domesticados e deixem portas, janelas e cortinas abertas para que o produto tenha contato com o interior da casa.

O inseticida aplicado por meio de nebulização veicular, através de uma máquina acoplada ao veículo, mata o mosquito já na fase adulta e não a larva. Por isso, a Secretaria da Saúde alerta que os moradores devem realizar vistoria em seu quintal para eliminar ou guardar todo tipo de material que possa acumular água parada, uma vez que a nebulização somente terá eficácia se a população fizer sua parte, colaborando com a limpeza e a conservação de seus imóveis.