Cidade: Fitch afirma que movimento de 2019 no Aeroporto de Guarulhos deve voltar a se repetir apenas em 2023

Embarques e desembarques antes realizados no Terminal 2 passam a ser efetuados no Terminal 3 a partir desta terça-feira (24) - Crédito: Ivanildo Porto

Da Redação
[email protected]

O Aeroporto Internacional de Guarulhos deve levar até quatro anos para que possa novamente registrar o mesmo número de passageiros em 2019. Isso é o que aponta a Fitch, agência de classificação de risco. No ano anterior, o aeroporto registrou o maior volume de passageiros em seus 35 anos de existência. Passaram por aquele equipamento de transporte aéreo 43 milhões de pessoas, que embarcaram ou desembarcaram de alguma aeronave.

Em agosto deste ano, o GRU Airport, concessionária responsável pela gestão do aeroporto, havia revelado a redução de 53% do movimento em relação ao mesmo período do ano anterior. De acordo com os critérios utilizado pela referida agência, a gestora possui uma dívida de quase R$ 17 bilhões, já incluso os mais de R$ 600 milhões da outorga. Esses dados são de junho deste ano.

Os avaliadores também levam em consideração que a pandemia provocada pelo covid-19 foi o fator de maior influência para a obtenção deste cenário. Contudo, a Fitch entende que os elevados números obtidos pelo aeroporto nos últimos anos devam se repetir ou serem ultrapassados somente em 2023.