Uma semana após anúncio, Metrô suspende licitação de linha para Guarulhos

O Metrô de São Paulo informou, por meio de seu site, que suspendeu o processo de contratação do projeto básico da Linha 19-Celeste. Recursos por parte das licitantes Consórcio MNEPIE, Consórcio Linha 19 Celeste e Consórcio Systra-Ebei-Fernandes, contra o resultado da licitação divulgado no final do mês passado, acabaram suspendendo o processo.

A companhia, por meio de uma comissão, considerou em agosto a melhor proposta, segundo critério estabelecido no edital, o Consórcio MNEPIE, sendo o primeiro colocado na concorrência. O consórcio é formado pelas empresas Maubertec Tecnologia em Engenharia ltda, Nova Engevix engenharia e projetos s/a, Pólux Engenharia ltda, Intertechne consultores S/A e EGT Engenharia ltda, e foi habilitada após oferta de preço de R$ 93.415.818,60.

O projeto da Linha 19-Celeste do Metrô, em seu primeiro eixo, deve ligar a cidade de Guarulhos até a capital paulista, com estações ligando o Bosque Maia e Anhangabaú. Serão 17,6 quilômetros de extensão, 15 paradas e 31 trens em operação. A previsão de demanda é de 580 mil passageiros por dia.