Abordagem Social encontra homem que estava perdido há dois dias

A equipe do Serviço Especializado em Abordagem Social de Guarulhos que atende durante a madrugada, abordou por volta de 1h40 desta quarta-feira (29), no Jardim Bela Vista, um homem visivelmente transtornado e chorando. De imediato ele não conseguiu passar muitas informações, apenas disse que se chamava Guilherme Gines da Silva, sua data de nascimento e o nome da mãe.

Como ele estava perdido, os funcionários do serviço de abordagem, ligado à Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SDAS), ofereceram a Guilherme passar o resto da madrugada no Serviço de Acolhimento Institucional Pernoite, na Vila das Palmeiras, que ele prontamente aceitou.

Após deixá-lo no acolhimento, os funcionários dirigiram-se ao 1º Distrito Policial, no Centro, para averiguar se havia algum boletim de ocorrência de desaparecimento com o nome de Guilherme, o que não foi encontrado. Contudo, ele já havia registrado um BO por ter sofrido uma tentativa de assalto, e com esse documento foi obtido um número de telefone de um primo de Guilherme, que informou que ele estava desaparecido fazia dois dias e que sua mãe estava desesperada.

Ainda durante a madrugada a mãe de Guilherme, Andréia Machado Gines, foi buscá-lo no Acolhimento Pernoite e, aliviada, reconheceu o importante trabalho da equipe do Serviço de Abordagem. “Só tenho que agradecer muito a vocês. Estou sofrendo demais ultimamente com o meu filho e não sei mais o que fazer”, disse ela, que comentou que Guilherme, de 21 anos, toma antidepressivos e faz uso excessivo de álcool.

O titular da SDAS, Fábio Cavalcante, comentou que a busca ativa diária realizada pela equipe de abordagem social foi essencial para a resolução do caso. “Trata-se de um serviço que costuma atender a população de rua, mas que aproxima a Pasta da Assistência Social das necessidades da população em geral”, disse.