Moradores do Cecap reclamam de excesso de barulho do aeroporto

A Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Guarulhos recebeu representantes da GRU Airport, concessionária do aeroporto, e de moradores do Parque Cecap para tentar solucionar problemas de ruídos altos que incomodam os residentes do local e são provenientes de equipamentos do aeroporto que fazem tratamento de esgoto. Edmilson (PSOL), Jorginho Mota (Agir) e Geraldo Celestino (PSC) participaram da reunião, que foi realizada na manhã desta terça-feira (26).

Mayara Fortin, representante dos moradores do Parque Cecap, explicou que são barulhos altos durante toda a madrugada e que impossibilitam o sono de muitos moradores. Segundo ela, depois de sair pelos bairros vizinhos, descobriram que os ruídos vinham do aeroporto. “Entramos em contato com a GRU Airport. A primeira resposta foi que a responsabilidade era de uma obra da Prefeitura. Em contato com a Prefeitura, vimos que não tinha relação. Entramos em contato novamente com o aeroporto e eles disseram que fariam medições e tratariam o problema de alguma forma paliativa. Essa foi a última resposta que recebi deles”, disse.

De acordo com Mayara, os moradores estão gastando dinheiro para tentar amenizar a situação. “Tentamos tipos de isolamento acústico, comprando plugs para colocar no ouvido e tentar dormir com eles durante a noite. As pessoas estão com muitas reclamações de enxaqueca e estão gastando com remédios por isso. A gente teve que comprar fone com cancelamento de ruído, que é super caro, além de ter que ir dormir em hotéis por não conseguir fazer isso em casa. É um desgaste de dinheiro, emocional e de saúde para tentar resolver isso”.

O gerente de engenharia e meio ambiente da GRU Airport, Daniel Benvenga, e a gerente de assuntos regulatórios da concessionária, Gisele Crusca, explicaram que os ruídos são de equipamentos que fazem o tratamento de esgoto. Eles afirmaram que, assim que receberam as reclamações por meio da Ouvidoria, fizeram uma avaliação interna e perceberam que nada foi alterado na operação com os equipamentos que pudesse justificar os barulhos.

Daniel Benvenga esclareceu que já foi contratada uma empresa para fazer a medição dos ruídos, inclusive nos bairros afetados, para saber se estão acima do permitido. Eles estão aguardando o laudo, que deve ficar pronto em novembro, para fazer as obras que serão necessárias caso os barulhos estejam de fato acima do legal. Benvenga destacou ainda que já estão buscando empresa que faz isolamento acústico no equipamento, caso seja necessário.

“Deixamos claro para os representantes da GRU Airport que, independentemente de ser um barulho mínimo, ele não é mínimo para quem quer dormir. Eles disseram que o estudo será feito para balizar os próximos passos deles. Colocamos aqui que o barulho tem que ser controlado, não pode incomodar 24 horas por dia os moradores do Parque Cecap”, afirmou Edmilson, presidente da Comissão.

O vereador contou que a Comissão já deixou marcada uma reunião para que os representantes da GRU Airport voltem com as respostas em relação ao laudo e às medidas a serem tomadas para resolver a questão. “Não descartamos também a realização de uma audiência pública no próprio Parque Cecap para tratar desse problema também”, completou Edmilson.

Imagem: Mayara Nascimento