Guarulhos abre inscrições para a VII Conferência Municipal de Cultura

Foto: Divulgação/PMG

Até o dia 23 de novembro estão abertas as inscrições para a VII Conferência Municipal de Cultura, edição que abordará o tema o Plano Municipal de Cultura, além de dois subtemas: O Impacto da Pandemia na Gestão Cultural do Município & Cultura e Migração. A conferência acontece no dia 27 de novembro, das 8h às 20h, no Centro Municipal de Educação Adamastor.

Para participar, produtores e agentes culturais, artistas, usuários de equipamentos de cultura da cidade, instituições e demais interessados devem se inscrever pelo endereço eletrônico https://abre.ai/viiconferencia. Tanto a inscrição prévia quanto o credenciamento na data do evento garantem ao participante direito de voto na condição de delegados.

A conferência contará com a apresentação de painéis sobre os temas e subtemas que subsidiarão o processo de execução de ações para atendimento das metas que compõem o Plano Municipal de Cultura, em vigor desde julho de 2020.

Para mais informações acesse https://www.guarulhos.sp.gov.br/conferenciadecultura.

Eleições para o CMPC

Durante a programação da VII Conferência Municipal de Cultura acontecem ainda as eleições para o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC), instância de participação que a sociedade tem para interlocução com o poder público. Os interessados em se candidatar para uma das cadeiras deverão acessar o manual do candidato e preencher formulário disponível no endereço https://abre.ai/candidatocmpc.

Ao final da VII Conferência serão eleitos os membros da sociedade civil para compor as nove cadeiras do CMPC, nas linguagens artes visuais, artes cênicas, audiovisual, associações não governamentais, cultura popular tradicional, literatura, hip-hop, música e patrimônio histórico.

O Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) é instituído pela lei 6.541/09 e faz parte do Sistema Municipal de Cultura (lei 7.409/15). É um órgão de caráter consultivo, deliberativo e normativo, que no âmbito da Secretaria de Cultura institucionaliza a relação entre a administração pública e os setores da sociedade civil vinculados à cultura.

O CMPC é paritário, com 50% indicados pelo poder público e 50% eleitos pela sociedade civil durante a Conferência de Cultura, sendo 18 titulares e 18 suplentes.